O que é Internet das Coisas (IoT)?

Em setembro de 1991, o cientista Mark Weiser​ escreveu um artigo na revista Scientific American, onde cunhou o termo Computação Ubíqua para se referir a dispositivos tecnológicos conectados em todos os lugares, marcando presença constante na vida das pessoas.

Vinte e cinco anos depois, a Computação Ubíqua já é uma realidade na vida das pessoas no Século XXI: a Internet das Coisas (IoT).

A Internet das Coisas é uma revolução tecnológica que consiste em conectar os dispositivos usados no dia a dia às redes de comunicação e sistemas de computação, fazendo com que o mundo físico e o digital se tornem uma coisa só. Através de dispositivos que se comunicam uns com os outros, viabilizado pelas novas tecnologias que colocaram em prática o conceito de armazenamento em nuvem (Cloud Computing), a Internet das Coisas traz uma grande mudança na forma como fazemos praticamente tudo, impactando diretamente no nosso modo de vida.

Com a Internet das Coisas, eletrodomésticos, veículos, portões de garagem, dispositivos de segurança residencial, sistemas de energia elétrica e de irrigação de jardins podem ser alterados e configurados pelo usuário de qualquer lugar, através de um Tablet ou Smartphone. E não é só isso.

Em 2016, a Sansung lançou a geladeira inteligente chamada Family Hub. Com tela de LCD de 21,5 polegadas, o refrigerador é capaz de gerenciar os alimentos, comprar ingredientes, mostrar receitas online e até fazer streaming de música. Também é possível gerenciar as datas de validade dos alimentos, evitando assim o desperdício.

Já a Nike desenvolveu um aplicativo que, através de um sensor colocado debaixo da palmilha do tênis, o corredor monitora seu percurso, a distância, a velocidade, o tempo e calorias queimadas usando seu Smartphone. Com o Nike Running App, o corredor pode até mesmo selecionar a lista de músicas para ouvir durante o exercício.

Em um mundo globalizado, as organizações não ficam de fora desse contexto, e a Internet das Coisas promete transformar a maneira como as empresas fazem negócios. Melhorar a experiência do cliente e a gestão do negócio, e destinar parte dos recursos para investimento em Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) são movimentos cruciais para a elaboração de produtos inovadores para atender um determinado nicho de mercado. Pesquisar tendências, encontrar necessidades e identificar oportunidades requer a coleta de dados, seu armazenamento, sua análise através de gráficos, a geração de relatórios qualitativos e a interpretação dos dados pela equipe de colaboradores. Todas essas ações podem ser aprimoradas com o uso de tecnologias que, além de auxiliar a tomada de decisão das empresas, otimizam o tempo dos colaboradores, alocam eficientemente os recursos disponíveis, economizam custos e concentram esforços para o negócio em si.

Tecnologias de armazenamento de dados e aplicativos na nuvem – como o Azure e o Amazon Web Services –, ferramentas de escritório que potencializam o compartilhamento de informações entre os funcionários – como o Office 365 – e um ponto de encontro com todas as informações da empresa onde todos os colaboradores podem administrar o negócio – como o SharePoint – podem ser a porta de entrada para as empresas no mundo da Internet das Coisas.

Todas essas facilidades têm como características otimizar o tempo e aumentar a produtividade dos colaboradores, cortar custos e direcionar investimentos e esforços para tarefas mais importantes para o negócio, como P&D, Big Data, Análise de Dados e muitas outras áreas que viabilizam a cultura colaborativa e o espírito empreendedor nas empresas.

Se a sua empresa precisa de ferramentas e aplicações para o desenvolvimento de produtos inovadores para os seus clientes, fale com a Imago que nós podemos ajudar a alavancar o seu negócio.​